Beto (Tobé)


Beto (Tobé)

José Roberto Mota mais conhecido como “Tobé” entra em campo no mundo das artes em 94. Viu nesse universo a possibilidade de ter qualidade vida e liberdade dentro da indecisão de escolhas burocráticas e o viver no Rio de janeiro. Teatro Ipanema foi sua grande escola até 96, onde vivenciou experiências e aprendizados que só o teatro concede. Nesse mesmo ano faz a transição para “O Rio Arte”, da Prefeitura, não parando até se encontrar com Nenén em 2002 no Espetáculo “Arlequim”. Também nessa turnê conhece Billé e Marcelo, fazendo desse espetáculo um divisor de águas em sua vida. Além de compartilhar seu conhecimento, Nenén o indica para trabalhar com o ator Pedro Cardoso, o que resulta em uma parceria de vários espetáculos, produzidos pelo próprio Pedro. Em 2005 faz uma Turnê com Carlinhos Brown pelo Brasil e Europa; com a grana desse projeto decide abrir o próprio negócio dentro do ramo. Na ocasião, se une a Billé e Marcelo na Elétrica Cênica.

Dentre seus principais trabalhos destacam-se:

No Teatro: “Arlequim”, “o Bem Amado”, “Pterodátilos”, “Os Ignorantes”, “Beije A minha Lapide”, “Ubu Rei” 

No Cinema: “Arido Movie”, “Do Começo ao FIM”

Na “Elétrica Cênica” sua missão é a parte Logística e Operacional. Com grande senso de conexão, alinha as demandas entre clientes, produtos, cargas, equipe e rotas facilitando o dia a dia da empresa e produções. Seu lema é conhecido por todos: o show não pode parar!